NEWS | Falando no homem…

Jim-Record-ProducerNo post anterior comentamos que A Scene in Between, o último EP da banda Hot Vestry, da qual faz parte a filha mais velha do casal Gillian Gilbert e Stephen Morris, Matilda “Tilly” Florence Morris, foi mixado por Jim Spencer. O produtor britânico tem um invejável currículo: iniciou a carreira ao lado de consagrados mestres dos estúdios como John Leckie e Arthur Baker. Seu primeiro trabalho desacompanhado, como engenheiro de som, foi o segundo álbum do Electronic (projeto paralelo de Bernard Sumner em parceria com o ex-guitarrista dos Smiths, Johnny Marr, nos anos 1990), Raise the Pressure. Nas funções tanto de produtor quanto de engenheiro de som, já prestou serviços para The Charlatans e The Cribs (outra ex-banda de Johnny Marr). Também mixou gravações ao vivo para lançamentos em CD ou DVD de artistas como Oasis, Paul Weller e Echo & The Bunnymen.

Mas o interessante mesmo é sua história com o New Order. Sim, seus mestres Arthur Baker e John Leckie trabalharam com a banda, mas Spencer acabou criando seus laços próprios. No álbum Waiting for the Sirens’ Call, de 2005, ele produziu três temas: “Who’s Joe”, “I Told You So” e a faixa-título. No disco seguinte, Lost Sirens, que originalmente havia sido planejado para ser o sucessor do anterior e não um mero CD de “sobras”, Spencer esteve envolvido na produção e mixagem de “Recoil” e no remix de “I Told You So” produzido por Stuart Price (“Crazy World Mix”).

A grande notícia é que Spencer vem participando das gravações do que virá a ser o décimo álbum de estúdio do New Order, sobre o qual fizemos um post recentemente. Pelo visto a banda tomou a segura decisão de agregar ao projeto velhos conhecidos, como foi o caso de Tom Rowlands (do Chemical Brothers, banda que co-escreveu e produziu o single “Here to Stay”, em 2002). E Spencer parece empolgado com o que está rolando em estúdio. Num post em seu site, ele escreveu: “Eu estive muito ocupado hoje em uma outra sessão de gravação com o New Order no seu estúdio em Macclesfield. As faixas estão soando muito fortes, são as melhores coisas que eles fizeram em muitos anos (você poderia dizer que são a única coisa que eles fizeram, mas você entendeu o que eu quis dizer). Esperamos ouvir alguma coisa no final do ano, com o término do álbum programado para a primavera/verão”. Será que o primeiro álbum sem o amado-idolatrado-salve-salve Peter Hook virá mesmo com essa moral toda?

Faço parte da facção de fãs que torce para que as palavras do Jim Spencer sejam verdadeiras!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s