LANÇAMENTO | Livro de memórias de Peter Hook sobre o Joy Division acaba de sair no Brasil

42887499No esteio do lançamento, no ano passado, da edição nacional de Touching From a Distance, a biografia de Ian Curtis e o Joy Division escrita por Deborah Curtis (Edições Ideal, 328 páginas), a editora Seoman, do Grupo Editorial Pensamento, pôs nas livrarias esta semana nossa versão em português de Unknown Pleasures: Inside Joy Division, escrito e lançado pelo ex-baixista Peter Hook em 2012, porém com o subtítulo alterado para o pomposo “A Biografia Definitiva da Cult Band Mais Influente de Todos os Tempos” (que mais parece inspirado naqueles insuportáveis livros de títulos quilométricos da editora Sextante). A capa foi baseada na edição paperback (brochura) norteamericana (ou seja, é diferente da original inglesa) e no Brasil o livro foi publicado com um prefácio escrito por Edgard Scandurra, guitarrista do Ira! e o homem por trás da banda-de-um-homem-só eletrônica Benzina. Uma amostrazinha do prefácio (muito bom, aliás) e do primeiro capítulo podem ser conferidos AQUI. De quebra, a editora ainda disponibilizou no You Tube um clipe / trailler de lançamento do livro estrelando o próprio Peter Hook dedilhando um baixolão! (ver abaixo)


O livro veio em boa hora, haja vista que Touching From a Distance – ou (argh!) Tocando à Distância – é muito mais uma biografia sobre o Ian Curtis que a história do Joy Division. Além disso, Unknown Pleasures é divertidíssimo e arranca umas boas risadas do leitor (por mais “estranho” que isso possa parecer quando se trata de JD). De quebra, a editora nacional está com uma oferta exclusiva em parceria com a Livraria Cultura: somente no site da loja foi disponibilizada uma edição especial limitada em 1.000 cópias numeradas e “assinadas” pelo Peter Hook (é um autógrafo digital), encadernadas em capa dura, sendo que os primeiros 300 clientes ainda levam de brinde uma camiseta. Encomendamos uma edição dessas para um review aqui no blog (só não sabemos se estamos entre os 300 sortudos que faturarão a camiseta).

Já que a editora Seoman tomou essa belíssima iniciativa, fica o pedido para que traduzam, também, o primeiro livro de Hooky, Haçienda: How to Not Run a Club (difícil, né?), e o que o baixista lançará este ano sobre o New Order. E já que estamos falando em livros, em comemoração aos seus sessenta anos a editora de arte Thames & Hudson Publishers relançará no dia 05 de maio próximo o volume Factory Records: The Complete Graphic Album (FAC 461), um belíssimo trabalho de compilação de toda a comunicação visual produzida para os diversos projetos da Factory Records (capas de discos, pôsteres e cartazes, flyers etc). Vale a dica.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s