NEWS | MEN publica detalhes sobre litígio envolvendo Peter Hook e New Order

560b6-new-order-left-to-right-g-007O site do jornal Manchester Evening News publicou hoje uma longa matéria revelando detalhes sobre o processo movido nos tribunais pelo baixista Peter Hook contra seus ex-colegas de New Order. De acordo com o texto, de autoria de James Brewster, o músico (também conhecido como “Hooky”) teria perdido cerca de £ 2,3 milhões devido a “táticas desleais” cometidas por Bernard Sumner (voz, guitarra), Gillian Gilbert (teclado, guitarra) e Stephen Morris (bateria, teclado) – sem contar, obviamente, as despesas com o processo. De acordo com o advogado do ex-New Order, Mark Wyeth, tais “manobras” comerciais e financeiras teriam ocorrido de maneira clandestina até finalmente se tornarem conhecidas. Em 2011, Sumner e Morris criaram uma nova empresa – a New Order Ltd. – para licenciar o uso do nome da banda até 2021. Além de ter ocorrido sem o conhecimento prévio de Peter Hook (pelo menos é essa a versão sustentada pelo advogado que representa a sua causa), a criação da New Order Ltd. gerou, em quatro anos, uma renda de aproximadamente £ 7,8 milhões. Os demais integrantes se defendem: alegam que o baixista recebe uma justa participação na divisão dos royalties e que sua campanha para processá-los não vai dar em nada, a não ser ameaçar todos eles com contas “potencialmente desastrosas” com advogados que rondariam a casa de £ 1 milhão.

Atualmente, pela New Order Ltd. Peter Hook tem direito a uma participação de 1,25% em divisão de royalties. Todavia, ele reivindica 12,5%, o que incluiria receber quantias pelos shows que a banda vem fazendo atualmente e pelo merchandising. Em outras palavras, ele quer embolsar dinheiro até mesmo de uma camiseta do novo álbum, Music Complete. Em 1992, no rastro do fim da Factory Records, a banda criou a empresa Vitalturn Company Ltd. para administrar todos os direitos envolvendo o nome New Order, sendo que Hook é co-proprietário de 25% da companhia, enquanto os demais detém os 75% restantes. Ainda hoje, a Vitalturn recebe um depósito anual da ordem de £ 1 milhão de royalties pelo catálogo do New Order. Porém, com a criação da nova empresa pelos antigos companheiros e o deslocamento do licenciamento da marca para as mãos da nova companhia, Hooky começou a ver seus lucros caírem enquanto os dos demais não parava de crescer. No jargão legal, seria um caso de apropriação indébita. Nas palavras do advogado do baixista, “foi como se George Harrison e Ringo Starr se reunissem na casa de um deles em uma noite de sexta-feira para agir em conjunto e alienar Paul McCartney da sua participação nos Beatles”. O músico acredita que, vencendo o processo, estaria restaurando os “bens desviados” da Vitalturn.

Inicialmente, as intenções de Peter Hook eram ou impedir que o trio Sumner-Morris-Gilbert prosseguisse como New Order, ou, então, poder retornar ao grupo. Entretanto, o juiz que vem tratando do caso, David Cooke, rejeitou tais motivações. No caso de um suposto retorno ao New Order, o juiz Cooke sentenciou que uma eventual volta de Hook ocorreria “a despeito dos réus, que estão prosseguindo de modo bem sucedido com suas carreiras com o uso do nome [New Order], enquanto ele [Peter Hook] não está mais autorizado a participar” e que “os réus não o convidariam para tocar com eles no futuro”. Em virtude desse fato, Hook teria optado em “obter alguma vantagem do Sr. Sumner e do resto da banda”. Leia-se: dinheiro. Mas tudo isso não era, afinal, para “restaurar os bens desviados da Vitalturn”?

Ou seja, com tudo às claras agora, chega ao fim o baile de máscaras: todo o discurso de Peter Hook sobre respeito ao legado do New Order acabou de cair por terra. Isso quer dizer o seguinte: por ele, Sumner pode até chamar a banda de Joy Division agora, se quiser… Desde que lhe pague um bom dinheiro por isso.

Visite também nosso Instagram:
http://instagram.com/neworderbrfac553 Instagram

Agora também no Fotolog:
http://www.fotolog.com/fac553 fotolog-logo

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s