NEWS | Jornalistas relembram noitada de Bernard Sumner com ‘groupies’.

IMG_2004_1468243047_crop_550x329

As jornalistas Miranda Sawyer e Sylvya Patterson. Foto: Samantha Hayley.

O site The Quietus publicou ontem um interessante bate-papo com as jornalistas britânicas Sylvya Patterson e Miranda Sawyer, famosas pelos serviços prestados como entrevistadoras de importantes revistas sobre música e cultura pop, como Smash HitsNew Musical ExpressThe Face, entre outras. Na conversa, comandada por Jude Rogers, Patterson e Sawyer fizeram um balanço, com direito a algumas histórias bem bacanas, de três décadas de entrevistas com diversos nomes do cenário musical inglês e internacional. Ambas têm em comum, além de livros publicados (o de Miranda Sawyer se chama Out of Time e é sobre “crise de meia idade”, e o de Sylvya se intitula I’m Not With the Band, que são suas memórias como jornalista musical), o amor pelo New Order, além de cultivarem com a banda uma relação de proximidade. Sawyer, por exemplo, foi uma das curadoras da caixa de 4 CDs Retro (2002). No troca-troca de figurinhas com Rogers, a duas (em especial Sylvya) comentaram um episódio “tosco” ocorrido em 1986, e relatado em I’m Not With the Band, envolvendo o vocalista e guitarrista Bernard Sumner com groupies. O  blog traz o trecho em questão da conversa, no qual Patterson define o New Order daqueles tempos como “they were punk rock to the absolute bone”, algo que, em português, poderia ser “eles eram punks até a alma” ou “da ponta dos pés ao último fio de cabelo”. O fragmento não é muito extenso, mas ainda assim é divertido…



Vocês também revelaram coisas à respeito da vida privada das bandas de uma maneira que poucos jornalistas o fariam hoje em dia. Tomando por exemplo uma entrevista sua, Sylvya, com o New Order, sua banda favorita, que você menciona no livro, você revelou que foram acordados no meio da noite por um Bernard Sumner que se “divertia” com duas “periguetes”, sem saber que ele tinha esposa e um filho em casa.

S.P.: Deus, foi um verdadeiro desastre. Foi por pura ingenuidade. Isso nunca deveria ter sido autorizado para ser publicado. Eu era nova no cargo, não sabia o que podia escrever e nem conseguia fazê-lo. Não havia nenhum relações públicas nessa viagem, ao contrário dos dias de hoje, nos quais eles estão por toda parte. Tony Wilson estava em algum lugar com eles ali por perto e éramos apenas eu e um fotógrafo igualmente inexperiente chegando ao escritório da gravadora e dizendo “Nós somos do The Hits!”. E eles: “Quem são esses manés?”. Nós éramos apenas crianças batendo à porta para ver se eles nos deixariam entrar. As coisas eram desse jeito naquele tempo.

M.S.: Você escreveria sobre groupies hoje em dia?

S.P.: [balançando a cabeça] Certamente eu não faria mais qualquer outra coisa desse tipo. Era apenas a banda, que estava muito mau humorada, e eu tentando fazer as típicas perguntas bobocas e estúpidas da Smash Hits para lhes chamar a atenção. Você sabe, coisas do tipo, “Bernard, fale sobre ‘Bizarre Love Triangle’… É sobre um triângulo?”. Eles eram punk rock da ponta do pé até o último fio de cabelo. A primeira coisa que disseram foi: “Pergunte-nos qualquer coisa horrível e nós vamos quebrar as suas pernas”.

M.S.: Veja bem, eu sabia que, na verdade, era o humor de Manchester quando eu os entrevistei alguns anos mais tarde, mas você não tinha ideia. Eu sabia que era só “ligar o foda-se”.

S.P.: Mas nós, os jornalistas, não fazemos a cabeça de ninguem. Todos pensam que isso é o que fazemos agora, mas não é verdade. Nós estávamos lá para extrair o melhor dessas pessoas. Quer dizer, se um artista é charmoso, engraçado, fascinante e tem uma história incrível, o que se tem em seguida é uma espécie de carta de amor. É um toma lá, dá cá. Estamos destinados a fazer isso: escrever sobre pessoas. Procure o toma lá, dá cá mais do que qualquer outra coisa.

[a entrevista, na íntegra, pode ser lida AQUI]

Visite também nosso Instagram:
http://instagram.com/neworderbrfac553 Instagram

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s