REVIEW | Fritz von Runte remixa “Music Complete”

SONY DSC

DJ Fritz Von Runte remixou Music Complete

Uma das grandes novidades desta semana foi o lançamento de um novo pack de remixes do último álbum do New Order. Intitulado Music Remixed, essa nova versão do (excelente) disco lançado pela banda há um ano é assinada pelo DJ Fritz von Runte e está disponível para download gratuito. Não se trata de aventura mambembe. Ao contrário, por exemplo, de uma versão fake de Music Complete só com versões radio edit (encurtadas) que vazou na internet pouquíssimo tempo depois do CD ter sido lançado, Music Remixed tem pinta de ser um “produto autorizado”. Ritz von Runte literalmente recriou/reinterpretou todas as músicas – e ficou tão bem feito que soa como ele tivesse tido acesso a cópias das fitas multitrack originais. Entretanto, em suas mídias sociais, o New Order não se pronunciou sobre o “lançamento”.

Mas antes de compartilharmos com o leitor do blog nossas impressões sobre Music Remixed, falaremos um pouco sobre Fritz von Runte. Ele é DJ/produtor há vinte anos e iniciou sua carreira no Rio de Janeiro. Hoje ele está radicado em Manchester (coincidência?) e já provocu algum barulho quando lançou, em 2011, um álbum só de remixes de David Bowie chamado Bowie 2001 e no qual recheou as músicas com samples saídos do clássico de Stanley Kubrick 2001: Uma Odisseia no Espaço. No ano anterior, ele lançou pela gravadora 24 Hour Service Station um EP chamado Fritz von Runte versus Freebass Redesign, no qual apresenta seus remixes para quatro faixas do Freebass, o fracassado power trio de baixistas capitaneado por Peter Hook.

Ao sair à procura de Music Remixed, não espere por algo parecido com Complete Music, o álbum oficial de remixes de Music Complete lançado pela Mute em maio deste ano. Fritz von Runte fez juz à sua reputação e optou por recriar de modo drástico todas as músicas, conservando poucas partes das versões originais (sem contar os vocais, evidentemente). Até mesmo o título das músicas ele mudou. Mas o resultado, como é de se esperar em discos só de remixes, é irregular – é impossível gostar de Music Remixed por inteiro. Mas, como já se esperava, ele tem (sim!) seus bons momentos.

new-order-remixed-music-remixed

Capa de Music Remixed

O remix de “Tutti Frutti”, intitulado “Synthetic Fun”, é um exemplo. A versão de von Runte faz a canção voltar no tempo até os anos oitenta e ficar com um clima meio post disco. De alguma forma fez sentido. “Stray Dog”, o “poema musicado” com a participação de Iggy Pop, passou a se chamar “Bachelor in Paradise” e, aqui, surpreende ainda mais: a voz do ex-Stooge, que parece saída das sombras, se encaixou com perfeição com a batida e o groove – e o que passamos a ter é um rap meio esquisitão, mas delicioso. Já “Academic”, ou melhor, “Hip, Hot and 21”, é o momento “épico” do disco: é o remix mais longo (13’12”) e ambicioso do pacote. Ele transita entre o ambient e o trip hop. Mas consigo imaginar os fãs ardorosos da canção chamarem a reinvenção proposta por Fritz de “sacrilégio”. Na verdade, diríamos que é um dos pontos altos de Music Remixed ao lado de “Here Comes the Hard Pack”, a robótica releitura de “Unlearn This Hatred” (colaboração entre o New Order e Tom Rowlands, dos Chemical Brothers).

Na categoria “dão para o gasto”, temos “Perfect Timing” (“Restless”), “Play Safe, Lose Out” (“Nothing But a Fool”), “Homeless Vehicle” (“The Game”) e “This Was Tomorrow” (“Singularity”). Esqueçam “Nine Swimming Pools” (“Superheated”) e “Tasteful Rubbish Is Still Rubbish” (“People On the High Line”). E no quesito “quase lá”, ficamos com “I Love Plastic” (“Plastic”).

O problema geral com Music Remixed, contudo, é que ele não consegue acompanhar “em alma” o álbum original. Apesar da melancolia sempre presente em todos os discos do New Order, com Music Complete a banda voltou para a balada e para as pistas – sua habitual maneira de exorcisar demônios. O resultado é um CD mais eletrônico que os três anteriores e, também, mais pop, mais upbeat. Por outro lado, na releitura de Fritz Von Runte, predomina um som mais lento, uma espécie de downtempo “cansado”. Apesar de algumas sacadas legais aqui e ali, como um todo Music Remixed parece ir para um lugar diferente: o lounge.

Uma pequena amostra em vídeo desse trabalho – “Synthetic Fun” / “Tutti Frutti” – pode ser conferida no You Tube, vejam a seguir:

 

Visite também nosso Instagram:
http://instagram.com/neworderbrfac553 Instagram

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s