NEWS | Álbum beneficente ao vivo do Glastonbury 2016 terá faixa do New Order

thumbnail_Album_artwork_holder_2_grande

Álbum beneficente do festival de Glastonbury

A Oxfam (Comitê de Oxford de Combate à Fome) lançará nos formatos download streaming, no dia 05 de agosto, e em CD, no dia 19, o álbum beneficente Stand as One, que homenageará Jo Cox, política britânica do Partido Trabalhista assassinada em junho deste ano. O disco terá faixas que foram gravadas ao vivo em shows de artistas que participaram do festival de Glastonbury, em Worthy Farm, em junho. Dentre eles, New Order, que contribuiu com uma versão de “Bizarre Love Triangle”. Outros músicos e bandas que colaboraram com o projeto foram Coldplay, Muse, Editors e Sigur Rós. Os lucros com as vendas de Stand as One serão revertidos para o projeto da Oxfam de auxílio a refugiados. Abaixo, o tracklist completo do álbum e o show – na íntegra – do New Order no festival.

Coldplay – ‘Birds’
Foals – ‘What Went Down’
The Last Shadow Puppets – ‘The Dream Synopsis’
Jeff Lynne’s ELO – ‘Showdown’
Chvrches – ‘Bury It’
New Order – ‘Bizarre Love Triangle’
Years & Years – ‘Eyes Shut’
Jess Glynne – ‘Right Here’
Muse – ‘Starlight’
Wolf Alice – ‘Giant Peach’
Editors – ‘Munich’
Sigur Rós – ‘Sæglópur’
John Grant – ‘Grey Tickles, Black Pressure’
Richard Hawley – ‘Tonight The Streets Are Ours’
Jack Garratt – ‘Worry’
Laura Mvula – ‘People’
Madness – ‘My Girl’
Baaba Maal – ‘Fulani Rock’
Jamie Lawson – ‘Someone For Everyone’

Visite também nosso Instagram:
http://instagram.com/neworderbrfac553 Instagram

LANÇAMENTO | Premiére de documentário “incomum” sobre o Haçienda será no festival de Glastonbury

hacienda_text33“No dia 25 de novembro de 2000, no galpão de um armazém no centro de Manchester, 69 lotes do Haçienda foram leiloados…”

Foi isso mesmo. A maior parte de quem foi até lá conseguir os últimos souvenirs da lendária boate, desastrosamente administrada e financiada pela Factory Records e pelo New Order, saiu com tábuas da pista de dança. Um sortudo faturou o globo de espelhos, mas teve gente que levou para casa coisas mais graúdas – de luzes de emergência ao balcão do bar, incluindo até ao mictório! Pois bem, um diretor de filmes, Chris Hughes (mais um feliz proprietário de um pedaço daquele clube), resolveu, em 2013, rastrear esses itens e seus nostálgicos donos – e coletar suas histórias. O que Hughes queria saber era: com o que essas pessoas tinham ficado e o que tais objetos representava para elas. Na verdade, essa se tornou uma maneira completamente original de se contar a história do Haçienda: com base na memória afetiva dos seus antigos habitués.

O resultado é o documentário intitulado Do You Own a Dancefloor?, que, traduzido para o português, se chamaria “Você Tem Uma Pista de Dança?”. O filme foi feito em memória a Tony Wilson, ex-dono da Factory e falecido em 2007 em razão de um câncer nos rins. Por causa disso, o propósito do documentário é arrecadar fundos para o Kidneys for Life, uma instituição sem fins lucrativos voltada para o combate ao câncer renal. A premiére do filme será amanhã, dia 09 de maio, no festival de Glastonbury, na tenda Groovy Movie Cinema. Depois ele entra em cartaz num circuito hiper-restrito na Inglaterra até viajar para Montreal, onde será exibido em Setembro. Possibilidade de ser exibido por aqui? Mmmmm… Acho que não vai rolar.